Porque motivo não deve ignorar a falta de desejo